Buscar
  • ciemh2

8ª live CIEMH2 COmVIDA - ações em favor dos artistas de Macaé


Nossa próxima live será um pouco diferente, realizaremos o "Encontro de artes" um Sarau Cultural com diversos artistas convidados das mais diversas áreas! Coloca na agenda: 16/07, quinta feira, às 20h, no YouTube do CIEMH2, ciemh2macae.


Nossos Artistas convidados:

Cláudia Tenório é macaense, poetisa, formada em marketing e pós graduada em gestão pública. Começou sua carreira como artista na infância, com o desenho. Trabalhou como design gráfica e de estampas, como estilista, produtora de eventos, gerenciou no setor de marketing e hoje atua como diretora da E.M. Dança. Como artista plástica fez algumas esculturas, mas se encontrou verdadeiramente na pintura óleo sobre tela e aquarela, onde mais de 300 obras foram produzidas. Há vinte anos escreve poesias, contos e crônicas, mas é tímida demais para mostrar o seu trabalho. Neste período de quarentena resolveu dividir um pouco dele em seu canal do YouTube, com poesias de sua autoria.


Clara Britto é cantora, compositora e multi-instrumentista. Começou na música aos 9 anos, quando já tocava bateria e violão. Aos 18 anos gravou e produziu seu 1° CD autoral, de música gospel, mas no ano seguinte mudou o rumo, seguindo caminho para a carreira de cantora de Indie Folk Rock. Foi front woman da banda Acústico Drive por 6 anos e após um hiato se 2 anos retomou sua carreira como cantora solo.


Dona Fia é uma trupe de palhaçaria e contação de histórias com sede em Macaé. Nos apresentamos em espaços públicos como praças, ruas e parques da cidade mantendo a tradição dos espetáculos de rua e vivendo do chapéu.

A Trupe também se apresenta em escolas com espetáculos circenses e contação de histórias, além da fabricação e vendas de brinquedos populares.

Quem somos:

Palhaça Violeta – Marizes Santos | Palhaça Morena – Ana Laura Santos | Palhaça Jabuticaba – Camila Flor


Grazielle Heguedusch é turismóloga, pós graduada em história e cultura no Brasil, além de memorialista e

Rúben Pereira é músico, professor, memorialista, militante da Cultura em Macaé, graduando em História.

Ambos são criadores do OCUCURUMA, do Memória Macaense e do Desvendando Macaé!


Futuca a Tuia - “O maior contador de causos de Goiás” assim era conhecido Geraldinho Nogueira, um autêntico contador de causos caipiras.

“Futuca a Tuia" homenageia esta importante personalidade goiana e perpetua a tradição dos espetáculos de contações de causos que pertencem a memória coletiva de muitas gerações. Estes espetáculos sempre possuíam duas figuras principais: o contador e os tocadores de viola, onde o contador se inspirava nas músicas tocadas para escolher os causos que iria falar. Seguindo este costume, o músico Anthony Brito, com suas composições tocadas na viola caipira, se alterna com o boneco de marionete do Geraldinho, que conta os causos do espetáculo.



Devido a inexistência de políticas públicas que amparem os profissionais da cultura neste momento e com o objetivo de garantir a segurança alimentar mínima de todos os profissionais ligados às suas atividades, o CIEMH2 Núcleo Cultural apresenta o projeto “CIEMH2 COmVIDA – ações em favor dos artistas de Macaé”. A programação acontece através do canal do YouTube do "ciemh2macae" toda quinta-feira, às 20h. Todas as contribuições destinadas ao projeto serão revertidas em cestas básicas para esses profissionais, contendo alimentos não perecíveis, itens básicos de higiene e produtos de hortifrutti de pequenos produtores da cidade. Nos ajude a continuar ajudando: faça sua doação através do picpay @ciemh2 ou pelo whatsapp (22)99290-9439. Acesse: http://linktr.ee/CIEMH2



0 visualização
Empresas Parceiras:
Apoio institucional:

© 2020 por Renato Mota

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon